Conheça o T-Cross Sense, a versão exclusiva para PcD

O primeiro SUV produzido pela Volkswagen no Brasil, T-Cross chegou para revolucionar os padrões do segmento. O carro, que foi o maior lançamento de 2019 da VW, foi eleito pela revista Quatro Rodas como o grande campeão do Melhor Compra 2019 em pesquisa realizada pela publicação que analisou todos os carros do mercado e que aponta as melhores opções em 25 categorias. Além disso, o T-Cross foi considerado pela revista como a melhor opção em todas as categorias.

O carro, que também foi eleito o “Melhor SUV Nacional” no Car Awards 2020, premiação realizada pela revista Car Magazine, obteve classificação máxima nos testes realizados pelo Latin NCAP com cinco estrelas tanto para a proteção de adulto como para a de crianças, figurando entre os mais seguros automóveis à venda no Brasil.

T-Cross Sense: versão exclusiva para PcD

Em novembro, a Volkswagen anunciou a chegada da versão Sense para o T-Cross, voltada a clientes PcD (pessoas com deficiência). A versão que o mercado já esperava há algum tempo, chegou para atender a demanda de clientes com deficiência ou compradores elegíveis com preço de R$ 57.630, com as isenções de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), já que na tabela, ele custa R$ 69.990 (Tabela referente a dezembro de 2019). Levando em conta o “preço cheio”, o carro é R$ 24,5 mil mais barato que a versão 200 TSI automática na qual se baseia.

Itens de série que fazem a diferença

O T-Cross Sense preserva a premiada segurança também na nova versão. A lista de itens de série do SUV PcD mantém itens muito desejados. O modelo oferece:

  • Seis airbags (frontais, laterais e tipo cortina);
  • Ar-condicionado;
  • Direção elétrica;
  • Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC);
  • Controle de tração (ASR);
  • Bloqueio Eletrônico do Diferencial (EDS);
  • Vidros elétricos nas quatro portas com função one-touch;
  • Travas elétricas;
  • Computador de bordo;
  • Chave do tipo canivete;
  • Banco do motorista com regulagem de altura;
  • Retrovisores elétricos;
  • Assistente de Partida em subida/descida (HHC);
  • Central multimídia Composition Touch (com tela de 6,5 polegadas, CarPlay e Android Auto);
  • Rodas de liga leve 16” (Design “Belmont“);
  • Faróis de neblina;
  • Volante multifuncional;
  • Luzes de uso diurno de LED.

A versão PcD segue a configuração mecânica 200 TSI automática:  1.0 turbo de três cilindros que gera 128 cv a 5.500 rpm e 20,4 kgfm de torque a 2.000 rpm. O câmbio é automático de seis velocidades. Custando R$ 24,5 mil a menos do que a versão de entrada 200 TSI, a versão do T-Cross PcD perde:

  • Apoio de braço central;
  • Sensores de ré;
  • Piloto automático;
  • Suporte para celular com porta USB.

O T-Cross Sense está disponível em três cores: preto, branco e prata. Sobre a manutenção, a Volkswagen repete a mesma estratégia já utilizada em outros lançamentos para o pacote de revisão: as três primeiras são gratuitas. 

Quer saber mais sobre o mundo automotivo? Fique ligado no nosso blog que traremos muitas informações e novidades pra você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *